Município de Alenquer

União de Freguesias de Aldeia Galega da Merceana e Aldeia Gavinha

Aldeia Galega da MerceanaPequena povoação que parece ter adormecido no tempo, em meados do século XIII era já um lugar importante, sendo freguesia em 1259, pertencendo ao termo de Alenquer. A povoação-sede chamava-se Montes de Alenquer. Em 1282 D. Dinis faz dela julgado, separando-a da vila e termo de Alenquer, e, em 1305, outorga-lhe carta de foral. Foi vila e sede de concelho até 1855. Extinto este, por decreto de 24 de outubro do mesmo ano, foi integrado no de Alenquer. Separado de Alenquer, continuará o lugar de Montes, entretanto vila de Aldeia Galega, a ter como donatária a Casa das Rainhas. Foi outrora, e talvez ainda seja, o centro de produção vinícola mais rico do concelho. Com a Reorganização Administrativa do Território das Freguesias, no quadro da Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, agregou-se Aldeia Gavinha formando a respetiva União de Freguesias.Armas e Bandeira: Escudo de prata, um pelourinho de púrpura, cingido de uma coroa de ouro com pedraria, acompanhado em orla de três escudetes de azul, carregado cada um de cinco besantes de prata, posto um no topo e dois em faixa, alternando com quatro estrelas de seis pontas em vermelho. Coroa mural de quatro torres de prata e listel branco com a legenda “Aldeia Galega da Merceana" a negro e em maiúsculas. A bandeira é de azul, cordão e borlas de azul e ouro, haste e lança douradas.Orago: Nossa Senhora dos PrazeresÁrea: 19,69 km²Lugares: Aldeia Galega, Merceana, Arneiro, Paiol, Barbas, Vale Benfeito, Casais Brancos, Corujeira

Aldeia GavinhaA tradição faz remontar ao século XV a fundação deste lugar, que teve origem num casal onde se refugiaram os sobreviventes de uma peste que grassou em povoação próxima, matando a maioria dos seus habitantes.Foi priorado apresentado pelas rainhas. Há informações de que a fundação da igreja matriz date de 1550. Pertenceu ao antigo concelho de Aldeia Galega, extinto por decreto de 24 de outubro de 1855, passando então a fazer parte do concelho de Alenquer.Com a Reorganização Administrativa do Território das Freguesias, no quadro da Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, agregou-se Aldeia Galega da Merceana formando a respetiva União de Freguesias.Armas e Bandeira: Escudo de prata, cruz firmada de negro, acantonada de quatro cachos de uva de púrpura folhados de verde e, ao centro, em baixo, um vaso de perfume de ouro. Coroa mural de três torres de prata e listel branco, com a legenda “Aldeia Gavinha”, a negro.A bandeira é esquartelada de púrpura e branco, cordão e borlas de prata e púrpura, haste e lança douradas.Orago: Santa Maria MadalenaÁrea: 8,22 km²Lugares: Aldeia Gavinha, Montegil, Freixial do Meio, Mossorovia, Tojal, Mata, Freixial de Baixo

Voltar ao topo