Município de Alenquer

Rede Internacional das Cidades Educadoras

Fundada em 1994, a Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE) é uma Associação sem fins lucrativos constituída como uma estrutura permanente de colaboração entre governos locais que se comprometem a reger-se pelos princípios inscritos na Carta das Cidades Educadoras. Qualquer governo local que aceite este compromisso pode converter-se em membro ativo da Associação, independentemente das suas competências administrativas. O número de membros ascende a mais de 500 cidades de 36 países distribuídos por todos os continentes.

A Câmara Municipal de Alenquer subscreveu a carta das cidades educadoras em 2014, tornando público o compromisso de contribuir para o desenvolvimento de um município educador inclusivo, promotor de igualdade de oportunidades, justiça social, equidade, diversidade e livre de todo o tipo de violência e de acesso fácil ao conhecimento e saberes que permitam o desenvolvimento da comunidade.

Desde então, o executivo camarário tem apostado no desenvolvimento de projetos plenos de intencionalidade, não só na área da educação, mas também em áreas como o empreendedorismo, cultura, património, desporto, associativismo, tempos livres, ambiente, multiculturalidade, educação para a saúde, participação cívica, psicologia e terapia da fala, que visam indubitavelmente melhorar a qualidade de vida da população que servem.

Por inerência o Município de Alenquer passou automaticamente a integrar a Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras, da qual é membro bastante participativo, passando quer a autarquia, quer os agrupamentos de escolas do concelho, a fazer parte de uma rede de partilha e construção de conhecimento que muito tem cooperado para encontrar as melhores soluções para problemáticas comuns ou para oportunidades conjuntas que estão sempre a surgir. Produto final e excelente exemplo dessa rede de trabalho colaborativo é o Boletim da Rede, documento construído em conjunto pelas Cidades Educadoras portuguesas, que passam a poder ser consultados neste separador.

Voltar ao topo