Município de Alenquer

Alenquer voltou a por todos “a mexer” em prol da saúde

28/09/2022

Município proporcionou oferta desportiva gratuita

Terminou no passado dia 25 de setembro a 7ª Edição do “Alenquer a Mexer”, iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Alenquer, que decorreu desde o início de junho.

Alenquer, Carregado e Abrigada acolheram as últimas sessões da edição deste ano, cujo objetivo foi novamente levar o desporto a todos e de forma gratuita.

Essa é a principal razão que tem levado o município a apostar de forma vincada neste tipo de programação, consciente da importância de incutir hábitos saudáveis na população, sobretudo depois de ultrapassadas as condicionantes impostas pela pandemia.

“Com este projeto, queremos claramente chegar a novos públicos, sobretudo aos munícipes que não praticam atividade física de forma regular, e tentar motivá-los para a adoção de um estilo de vida mais saudável, que inclua a prática desportiva”, começou por explicar Rui Costa, vereador da Câmara Municipal de Alenquer com o pelouro do desporto.

Durante quatro meses, aos fins de semana, os alenquerenses beneficiaram de um leque alargado de atividades, desde o fitness, ao zumba, passando também por hidroginástica, pilates, caminhada ou mesmo BTT.

Alenquer (Parque Urbano da Romeira e Complexo Municipal Victor Santos), Carregado (Jardim Rosa Silva), Cheganças (Sociedade Recreativa de Cheganças), Merceana (Praça Luís de Camões) e Abrigada (Sociedade Filarmónica União e Progresso de Abrigada), serviram de palco às várias atividades, permitindo servir os principais agregados do concelho.

“São já vários anos consecutivos com esta iniciativa a preencher o verão de todos os alenquerenses e, todos os anos, apesar de as atividades não terem uma adesão muito significativa em termos de número, temos a certeza que angariamos novos munícipes, em todas as localidades, para este desafio de viverem uma vida mais ativa e saudável”, sublinhou o vereador, acrescentando ainda:

“Voltaremos a ter o Alenquer a Mexer no próximo ano, mas certamente num modelo distinto, pois acreditamos que o modelo atual está mais ou menos esgotado e importa agora introduzir as alterações que se entenderem pertinentes, ouvidos os intervenientes, professores, monitores e alunos”.

Rui Costa lançou ainda um apelo à população, antevendo já as próximas edições.

“Apesar do esforço financeiro feito pelo município para a promoção destas atividades nas zonas mais rurais do concelho, a adesão do público nessas zonas tem sido muito diminuta, o que talvez possa revelar o seu desinteresse pela oferta gratuita de atividade física supervisionada, pelo que a tendência será de desaparecer nessas zonas e reforçar nas zonas onde a procura é muito maior”, frisou.

Para o ano há mais Alenquer a Mexer. Até lá, continue a optar por um estilo de vida mais saudável e priviligie o exercício físico.

Voltar ao topo