Município de Alenquer

Ministra da Agricultura apresentou PEPAC 2023-2027 em Alenquer

24/01/2023

Município promoveu seminário para profissionais do setor

Na passada quinta-feira, o município de Alenquer promoveu um seminário acerca do Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC) 2023-2027, que contou com a presença da Ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes.

A sede da Junta de Freguesia de Ventosa encheu para assistir à sessão, que serviu para apresentar o PEPAC para o próximo quadriénio e também para esclarecer algumas questões relacionadas com a atualização das normas para a Produção Integrada.

O evento foi aberto ao público em geral, ainda que mais direcionado para os profissionais do setor agrícola. Além dos esclarecimentos dados pela ministra, técnicos da COOPQUER (Cooperativa Agrícola de Alenquer) e da CONFAGRI (Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal) elucidaram os presentes relativamente aos apoios financeiros previstos para o setor, entre outros tópicos.

No final da sessão, o balanço foi bastante positivo, a avaliar pela reação dos profissionais do setor presentes.

A Ministra da Agricultura e da Alimentação mostrou-se igualmente satisfeita com a presença de tantos produtores locais e convicta de que “os instrumentos disponibilizados procuram ajudar a criar rendimento, oportunidade e a desenvolver o país”, acrescentando que “o desenvolvimento se faz para além da agricultura, mas não se faz sem a agricultura”.

Na opinião de Maria do Céu Antunes, o novo PEPAC “é a oportunidade para Alenquer criar novos níveis de organização”, considerando que “vão fazer diferença as organizações de produtores que tenham a capacidade de poder fazer compras conjuntas e poupar recursos nos fatores de produção, como por exemplo na utilização da água, através de sistemas coletivos de regadio, como também aqueles que podem aproveitar o facto de a massa crítica poder ser maior, para conseguir atingir outros mercados e outros negócios”.

Num concelho fortemente marcado pela indústria vitivinícola, a ministra destacou o “investimento bem feito no setor, não só na vinha, mas depois na produção e na sua comercialização”.

Presente na sessão esteve também Pedro Folgado, presidente da Câmara Municipal de Alenquer. No final, o autarca destacou a importância do evento e da presença da ministra.

“É importante perceber o que foi aprovado para este PEPAC, nomeadamente políticas, valores, financiamento, objetivos, entre outros. Dessa forma, os nossos agricultores saberão o que fazer para salvaguardar os interesses das suas produções. Ainda vão subsistir dúvidas, é natural, mas também foi dito pela Sra. Ministra que estarão sempre disponíveis para vir ao terreno e explicar aos produtores e agricultores como podem fazer melhor. Esta descentralização de sessões é muito importante no território, assim como esta partilha de conhecimento”, frisou Pedro Folgado.

Através deste seminário, Alenquer colocou-se novamente na linha da frente no que respeita ao setor agrícola. Foi a pensar nos seus produtores que o município promoveu esta sessão, pensando sempre no sucesso do setor e numa maior competitividade do território.

Voltar ao topo